voltar

Notícias

Soluções Urbanas: Moradia e Saúde da Família

 

 

 

A Soluções Urbanas criou instrumentos de Tecnologia Social para construção, recuperação, manutenção, uso sustentável e redução de riscos ambientais de moradias – especialmente as de Interesse Social: as Matrizes para Diagnóstico da Moradia e dos seus Habitantes, o Mapa de Riscos e o Guia Soluções Urbanas para Habitação Saudável.

 

1- Matrizes para Diagnóstico da Moradia e Saúde da Família

Desenvolvida no âmbito de uma pesquisa iniciada em 2011 e financiada pela Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP), a Matriz de Riscos Ambientais é um instrumento que permite a avaliação da qualidade da edificação segundo critérios elencados para identificação das manifestações patológicas e outras situações de riscos às famílias. A classificação das moradias conforme o grau de precariedade também é possível com o uso deste instrumento, contribuindo, assim, para o planejamento de ações em projetos de intervenções em assentamentos informais, viabilizando o atendimento dos casos com maior potencial de promoção de mudanças importantes em relação aos recursos disponíveis, em cenários onde o atendimento pleno não seja possível.

Desde 2015 esta matriz vem sendo aprimorada em um projeto apoiado pela Brazil Foundation, com previsão de término para junho de 2016. Além da utilização de dispositivos eletrônicos e softwares para diagnosticar e analisar as condições ambientais das moradias, a vigente etapa de desenvolvimento deste instrumento também criou uma segunda matriz, que trata da análise das condições sociais e de saúde das famílias que habitam áreas de favela para definição de diretrizes de obras de melhorias habitacionais e construção de indicadores de promoção da saúde e ganhos sociais pós-obra.

Em um primeiro momento, os instrumentos idealizados pela ONG estão sendo aplicados nas comunidades do Vital Brazil e do Cavalão, em Niterói – RJ.

Além da atualização da Matriz de Riscos Ambientais, o vigente projeto criou a Matriz Social e de Saúde que é composta de um questionário acerca de informações das condições sociais e de saúde dos seus habitantes, no intuito de interrelacionar as características físicas das habitações com a condição social e de saúde das famílias.

As perguntas elaboradas estão estruturadas em variáveis e indicadores desenvolvidos de modo que a situação observada possa ser coletada de maneira objetiva – não deixando margem para interpretações distintas conforme o profissional que a utilize em campo – e que o preenchimento das questões gerem uma pontuação automática em relação ao grau de precariedade das situações, não havendo, dessa maneira, possibilidade de manipulação do resultado dos dados obtidos. Ou seja, o aplicador das matrizes não tem domínio sobre a pontuação final, minimizando tendência à subjetividade no preenchimento do instrumento. Neste sentido, as perguntas também foram elaboradas de forma objetiva contendo cada uma três possibilidades de reposta.

Foi contratada uma equipe de programadores do Núcleo de Geotecnologias da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Labgis/UERJ) para desenvolver (1) uma Aplicação Mobile para ser utilizada em dispositivos portáteis para o preenchimento das matrizes em campo, e (2) uma Aplicação Web, capaz de suportar o Banco de Dados com as informações coletadas nas residências e também o Mapa Online, que permitirá a elaboração de diversos mapas temáticos de acordo com as intenções de análise dos dados.

A ferramenta foi pensada para ser de simples manuseio e possibilitar o uso não só por arquitetos ou outros profissionais da construção civil com formação técnica, mas também por pessoas que possam receber um rápido treinamento para a sua utilização.

A tecnologia empregada na ferramenta de diagnóstico e saúde da família otimiza e automatiza os processos de coleta, processamento e análise dos dados. As informações são adquiridas em campo por meio da utilização da aplicação mobile instalada em um dispositivo tablet. Após o preenchimento da matriz é realizado um upload dos dados do tablet para o sistema de banco de dados hospedado na web. O conteúdo do banco de dados, por sua vez, alimenta a aplicação web que elabora mapas temáticos online, de acordo com a necessidade de análise.

Descrição dos Produtos idealizados pela Soluções Urbanas e desenvolvidos pelo Labgis:

  • Aplicação Mobile que funcione a partir da alimentação de uma matriz acerca dos temas Social, de Saúde e de Risco Ambiental. O aplicativo pode ser utilizado via smartphone e/ou tablet que possua sistema operacional Android e apresenta mapa georreferenciado das comunidades mediante fotografia de satélite e GPS do dispositivo para associar as informações da matriz à localização de cada habitação investigada.

A matriz é composta de questões referentes às situações físicas das edificações e às condições sociais e de saúde dos moradores, e para cada item foi atribuído uma nota com seu respectivo peso.

  • Aplicação em sistema Web que comporta (1) Banco de Dados disponível online e capaz de incorporar informações da matriz de Risco Ambiental e da matriz Social e de Saúde, de modo a cruzar dados coletados em campo através de uma série de questões referentes às edificações e aos seus moradores e (2) Mapa Online como Ferramenta de Análise dos Resultados. O cruzamento das informações dos resultados dos questionários armazenados no Banco de Dados serão interpretados a partir de mapas georreferenciados acessados via web para diversos propósitos de visualização, ou seja, mapas temáticos com as variáveis das matrizes deverão ser possíveis de serem gerados e visualizados online.  O Banco de Dados permite a exportação dos dados para formato Excel para posteriores análises e o sistema online dos mapas apresenta o resultado quantitativo dos dados (contagem das situações ocorridas) de maneira espacializada e permite o cruzamento de informações entre os diferentes temas.

 

Figura 1

Figura 2

Figura 1: Tela da aplicação mobile que apresenta o panorama das casas em que as informações já foram coletadas e enviadas ao banco de dados.

Figura 2: Tela da aplicação mobile que apresenta os dados do domicílio visitado e que posteriormente será incluído no banco de dados web.

 

Figura 3

Figura 4

Figura 3: Tela da aplicação mobile que apresenta as questões referentes à Matriz de Riscos Ambientais.

Figura 4: Tela da aplicação mobile que apresenta as questões referentes à Matriz Social e de Saúde.

 

Figura 5

Figura 6

Figura 5 e 6: Utilização da aplicação mobile em campo por meio de dispositivo tablet.

 

 

Figura 7: Relação dos domicílios que tiverem os dados coletados e inseridos no banco de dados web.

 

 

Figura 8: As informações coletadas em campo via aplicação mobile podem ser acessados no banco de dados web após o upload dos dados.

 

Este projeto de pesquisa encontra-se em andamento e a versão do mapa online está em fase de desenvolvimento para, ao final da coleta das informações de todas as habitações, poder ser utilizado para análise dos dados.

 

1.1 - Histórico da Matriz de Riscos Ambientais

Essa matriz foi inicialmente desenvolvida em formato Excel e utilizada em campo em planilhas previamente impressas para seu preenchimento. Os dados coletados em campo voltavam ao computador para serem vinculados a Mapas elaborados no software de geoprocessamento ArcGIS. As informações inseridas na matriz embasaram a criação de diversos mapas temáticos para a análise dos resultados. Uma imagem da primeira versão da matriz e exemplos de mapas elaborados podem ser observados a seguir.

 

Figura 9: Imagem do questionário da primeira versão da Matriz de Riscos Ambientais.

 

Figura 10: Espacialização das moradias analisadas em relação à situação dos banheiros.

 

Figura 11: Mapa das moradias visitadas que apresentam problemas em relação ao reservatório de água.

 

2- Mapa de Riscos

O Mapa de Riscos é um instrumento que busca desenvolver a percepção dos moradores sobre as manifestações patológicas da construção, situações de riscos à saúde e segurança pessoal, e sobre a qualidade do ambiente interno das unidades habitacionais.

Sua aplicação é realizada a partir da interação entre os habitantes e técnicos, portanto, há um esclarecimento do profissional ao morador sobre as manifestações patológicas e, por sua vez, uma leitura do técnico com base na vivência da pessoa que reside no ambiente avaliado. Desta forma, o Mapa de Riscos também pode ser considerado como um instrumento de Tecnologia Social.

Ao contrário da matriz, o mapa de riscos envolve um grau de subjetividade ao representar a visão do morador somada à do técnico sobre os problemas da edificação, pois se baseia na experiência tanto do profissional quanto do habitante, que percorrem a moradia identificando cada situação e utilizando-se de símbolos que são posicionados no croqui da planta do imóvel que, além de localizarem, classificam o problema identificado.

Cada símbolo deve possuir também, além da representação dos riscos, dos processos patológicos ou das características do imóvel que possam prejudicar a qualidade do ambiente, uma cor que varia entre o vermelho, laranja e amarelo, permitindo que o morador possa avaliar se a situação é considerada muito grave (vermelho), mediana (laranja), ou pouco grave (amarelo).

O Mapa de Riscos deverá ser desenvolvido como aplicação mobile para ser utilizado em dispositivo tablet, de modo que sua aplicação fique mais ágil e sua interligação com os demais aplicativos seja otimizada.

Este instrumento deve seguir os princípios fundamentais da sua primeira versão, criada para ser utilizada em papel e com adesivos que pudessem ser colados sobre a planta croqui impressa da casa, conforme apresentado nas figuras seguintes.

 

Figura 12: ilustração dos tipos de adesivos utilizados para indicar os riscos e precariedades

 

Figura 13: Simbologia para o grau de gravidade das situações

 

Figura 14: Exemplo do mapa de risco de uma residência

 

3- Guia Soluções Urbanas para Habitação Saudável

O Guia Soluções Urbanas para Habitação Saudável é um instrumento que foi elaborado em formato de cartilha mediante a experiência acumulada pela Soluções Urbanas em sua atuação no Morro Vital Brazil em projetos de melhorias habitacionais para a população residente nessa comunidade. O guia é um documento que compilou de maneira didática com ilustrações e textos simplificados diversos tipos de intervenções nas moradias para solucionar os principais problemas enfrentados pela equipe técnica da ONG.

A versão eletrônica do Guia funcionará como aplicação mobile onde o usuário (morador que identifique patologias construtivas em sua habitação) poderá buscar qual a melhor solução para contornar o problema notado.

Este instrumento funcionará tanto auxiliando o morador a identificar e localizar a patologia, quanto informando que tipo de materiais é necessário para o seu reparo e a maneira de sua aplicação.

O conteúdo dessa aplicação mobile será embasado no documento elaborado pela Soluções Urbanas que foi criado para utilização impressa em papel, e que está apresentado nas imagens a seguir.

 

 

Figura 15: Cartilha de conforto térmico.

 

 

Figura 16: Cartilha de reforço estrutural.

 

Figura 17: Cartilha de umidade.